BIOCOURO

A INOVAÇÃO EM PELE ECOLÓGICAS

A empresa Curtumes Aveneda dedica-se à curtimenta e acabamento de couros e peles sem cabelos, encontrando-se vocacionada para fornecer o sector do calçado.

A curtimenta é o processo pelo qual as peles dos animais são convertidas em couro. As peles, após a remoção da carne e da gordura, são tratadas com químicos que ligam as fibras de colagéneo numa forma estável e duradoura.

Os resíduos sólidos gerados nos curtumes dividem-se em resíduos sólidos não curtidos (representados por carnaça, aparas não caleadas, aparas caleadas e aparas do couro dividido), resíduos sólidos curtidos (aparas do couro curtido, pó de lixadeira e serragem da operação de rebaixamento) e em lamas geradas no tratamento de efluentes líquidos.

Os efluentes gasosos consistem em gases e vapores dos banhos, que saem dos fulões utilizados no processo de curtimenta, especialmente quando estes são abertos para retirada da carga após a curtimenta. O problema mais grave de poluição atmosférica na indústria de curtumes refere-se à produção de odores, que ocorre especialmente na decomposição de matéria orgânica presente nos resíduos e efluentes.

 

Caracterização do meio receptor

O efluente líquido, depois de tratado na ETAR, é descarregado num dos afluentes do rio Cáster, a ribeira da Senhora da Graça ou ribeira das Luzes. Esta ribeira estende-se por 24,98km2, e tem 25,8km de perímetro e 3m de largura. Para além da descarga da fábrica de curtumes na ribeira das Luzes, há também a descarga de vacarias e de uma fábrica de reciclagem de papel.

  • 1.jpg
  • 2.jpg
  • 3.jpg
  • 4.jpg
  • 5.jpg
  • 6.jpg
  • 7.jpg
  • 8.jpg
  • 9.jpg
  • 10.jpg
  • 11.jpg
  • 12.jpg
  • 13.jpg
  • 14.jpg
  • 15.jpg
  • 16.jpg
  • 17.jpg
  • 18.jpg

Processo de tratamento das águas residuais implementado

A ETAR existente tem o seguinte esquema processual para tratamento: gradagem, homogeneização, neutralização, tratamento biológico, sedimentação e tratamento físico-químico.